LOUCURA

 
 
  Já nem sei quando foi que o céu perdeu a cor
  E o vento roubou o bailado das ondas do mar
    Nem sei como deixei de saber da minha dor…
  Ainda que me seja um peso de cruz a solidão
 Nos meus olhos há sons de notas na canção
Que se acorda à luz cinzenta de um luar…
 
    É longe o lugar onde vou tecendo uma ternura!
    E, se, alguma vez, pensaste amar esta loucura
Atenta na voz sábia da razão que te detém
        Porque no meu espaço, é uma terra de ninguém…!
 
 
By: Mia
 
 
 

2 comentários a “LOUCURA”

  1. Uma terra de ninguém que adoro visitar!Aqui tudo é sentido, belo e sincero!Os meus parabéns e profundo agradecimento pela partilha deste "pequeno" pedaço de ti!…Baijinhos e até sempre.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s